Bairros planejados, uma alternativa inteligente para mobilidade urbana

Você deve estar se perguntando qual a relação entre bairros planejados e mobilidade urbana.

A verdade é que os veículos automotores são uma benção de deslocamento sempre que nossa rede urbana permite. Do contrário, o prazer de tirar o carro da garagem transforma-se numa dor de cabeça.

Pensando nisto, surgem inúmeras alternativas para melhorar a mobilidade urbana. Transportes coletivos, rodízio de placas, ajuste nas velocidades, restrição de trânsito nas zonas centrais entre tantas outras possibilidades.

Dias atrás li um artigo com relação aos projetos de bairros planejados. Achei a ideia genial. O conceito nasceu em 1990, num movimento chamado novo urbanismo, nos EUA.

Basicamente o objetivo é criar leis e projetos que permitam criar bairros auto-suficientes. Deixando de lado os conceitos técnicos e a legislação, a ideia central é que o bairro oferece a sua população todos os serviços necessários, sem necessidade de deslocamento através de transporte público ou veículos.

14.png

Diversidade de uso, democratização dos espaços públicos, ordenamento da construção permitindo a sua integração com a escala do pedestre, incentivo ao uso de bicicletas e privilégio ao pedestre no desenho urbano que inclui a locação dos equipamentos comunitários como escolas, parques, postos de saúde e de segurança de forma a integrar a comunidade, são alguns aspectos do novo urbanismo que visa, em resumo, oferecer mais qualidade de vida para a população definitiva e circulante dos bairros planejados.

Que seja exemplo para todas as cidades do Brasil.

 

Anúncios

Blog no WordPress.com.

Acima ↑