DEVO DESLIGAR O AR-CONDICIONADO ANTES DE DAR PARTIDA NO CARRO?

Entrei no carro e coloquei a chave no contato. Nesse momento, percebo que o comando do ar-condicionado está ligado. E aí, devo desligá-lo para acionar o motor ou isso é apenas mito?

“Em geral, os carros mais antigos (carburados) sofriam com esse problema quando não havia carga suficiente para girar o motor de arranque. Mas, há pelo menos dez anos, os carros já podem ser acionados mesmo se o ar estiver ligado”,diz o mecânico de ar-condicionado automotivo e dono da Arcon, Ernesto Miyazaki.

O especialista comenta que os sistemas mais modernos são preparados para atuar mesmo que não haja carga suficiente. Alguns modelos, inclusive, entram em “modo de segurança” para acionar o compressor do ar-condicionado apenas quando a carga estiver ideal, momentos depois da partida. “Em algumas situações o carro nem vai ligar o ar e vai dar preferência para o motor”, afirma o mecânico.

Portanto, você pode ligar o motor do seu carro mesmo que o ar-condicionado esteja ligado, desde que o veículo não tenha mais de 15 anos de uso. “Uma dica é deixar o seletor no modo ventilação, com o ar desligado, quando o destino estiver próximo. Isso ajuda a evitar que o evaporador fique úmido e traga fungos e mal cheiro para a cabine”, conclui Miyazaki.

Fonte Autoesporte

Captura de Tela 2018-11-13 às 13.15.53.png

Anúncios

As Cores de Carros mais Vendidas

Você sabe quais são as cores de carros mais vendidas no Brasil? Hoje vamos te contar quais são as cores de carro mais populares, o que as montadoras querem transmitir na escolha da cor e as vantagens ou desvantagens de cada uma delas.

1° Lugar: Carro Prata

carro-prata

O Carro Prata está em primeiro lugar na lista de cores de carros mais vendidos no Brasil. Sua cor busca refletir a tecnologia.

– Vantagens: Esconde melhor os riscos e é uma das primeiras cores que as pessoas procuram para comprar, o que pode ajudar na hora de revender.

– Desvantagem: O carro prata possui um pigmento que encarece o valor final.

2° Lugar: Carro Preto

carro-preto

O Carro Preto fica em segundo lugar na lista das cores de carros mais vendidas no Brasil e no mundo. Sua cor no mercado automotivo está associada a elegância.

– Vantagem: Tem boa saída, pode ajudar na hora de vender.

– Desvantagens: Absorve muito o calor, está entre as cores de carro que mais sofrem acidentes noturnos porque dificultam a visibilidade de quem vem atrás, além disso os riscos da pintura ficam mais aparentes.

3° Lugar: Carro Cinza

carro-cinza

O Carro Cinza é a terceira opção na lista do consumidor brasileiro. O carro cinza faz parte da tabela de cores de carro preferida por pessoas discretas.

– Vantagem: Não chama muito a atenção.

– Desvantagem: Diferente do carro prata, no carro cinza os riscos ficam mais visíveis.

4° Lugar: Carro Branco

carro-branco

Entre as cores de carro, talvez o carro branco seja o único em que as pessoas compram por ter a sensação de maior espaço interno.

– Vantagem: O carro branco costuma ser mais barato quando comprado 0km.

– Desvantagens: Os riscos e danos ficam muito aparentes e em cidades onde o táxi é branco, a aceitação é menor na hora de vender. Por ser discreto, é mais visado por ladrões.

318_1105921.jpg

5° Lugar: Carro Vermelho

carro-vermelho

O carro vermelho chama a atenção e a cor visa passar adrenalina, por isso ele é geralmente preferido por quem pratica esportes, por mães ou por quem viaja com frequência.

– Vantagem: um carro vermelho é mais barato que um carro com outras cores.

– Desvantagem: Por chamar muito a atenção, pode ser mais difícil vendê-lo.

6° Lugar: Carro Azul

carro-azul

O carro azul está entre as cores de carro com menos saída. Sua cor passa tranquilidade e geralmente é procurado por pessoas mais tranquilas ou tímidas.

– Vantagem: O carro azul tem muitas tonalidades no mercado e o tom mais escuro é tão elegante quanto o carro preto.

– Desvantagens: Um carro azul deixa riscos e sujeiras em evidência.

7° Lugar: Carro Verde

carro-verde

O carro verde é um dos menos vendidos. Sua cor é mais aceita entre pessoas mais calmas e que gostam de natureza.

– Vantagem: Entre as cores de carros, o carro verde tende a ter um bom preço e é menos visado por ladrões.

– Desvantagens: Não esconde muito os riscos e é mais difícil de revender.

Logo depois, finalizando a lista de cores de carros, os que possuem menor interesse pelos consumidores são os carros dourados, amarelos, laranjas e marrons.

 

272_614402.jpg

Entenda a lei que define a luz diurna de rodagem

O Contran, Conselho Nacional de Trânsito, causou confusão no mercado automobilístico tempos atrás quando decidiu obrigar o uso de faróis baixos na estradas mesmo durante o dia. A prática, comum em outros países, como a Argentina, contribui para evitar acidentes – segundo estatísticas do governo da Suécia, houve 10% menos acidentes após a adoção da luz diurna.

Mas o que governo federal acabou não esclarecendo é que além dos faróis baixos hoje temos os automóveis com a chamada “DRL” (em inglês Daytime Running Lights) que na maior parte deles utiliza o mais eficiente LED como elemento de iluminação. Foi quando surgiu a dúvida: luz de LED também valia como faróis baixos? Demorou mas em maio de 2017 o Contran publicou uma nova resolução em que esclareceu a questão.

Nela as luzes diurnas dos carros passaram a valer e mais: serão obrigatórias em todos os carros fabricados a partir de 2021 e todos os veículos que estiverem rodando no Brasil de 2023 em diante. A medida é importante já que está claro que a adoção da iluminação diurna facilita a detecção de outros veículos trafegando.

blog-farol-drl-2

 

 

No entanto, há muita confusão entre os termos DRL e LED. Qualquer veículo que tenha um DRL não necessariamente utiliza LED, ou seja, instalar um sistema num carro que não originalmente equipado com LED é um erro comum. De acordo com o Contran, “É proibida a substituição de lâmpadas dos sistemas de iluminação ou sinalização de veículos por outras de potência ou tecnologia
que não seja original do fabricante”. Em outras palavras, se seu veículo usa lâmpadas halógenas, as mais comuns do mercado, não poderá mudar isso para LED ou Xenon, por exemplo.

Para ser considerada uma luz diurna de rodagem, como é definida a DRL em português, é preciso que o sistema obedeça a premissa de oferecer uma intensidade de luz de 400 candelas a 1.200 candelas (unidade internacional de medição de luminosidade).

 

fonte: Jocar

 

WhatsApp Image 2018-10-18 at 16.32.51.jpeg

Salão do Automóvel 2018 – SP Novembro

Os ingressos para o Salão do Automóvel de São Paulo 2018 já estão no segundo lote. Ou seja, ficaram um pouco mais caros. Agora, os ingressos individuais custam entre R$ 22 (meia entrada) e R$ 180 (kit individual, inteira), dependendo do dia escolhido.

Mas, há diferença de valores em alguns dias. O ingresso mais barato é para a primeira data do evento, 08 de novembro, quando a inteira sai por R$ 44 (antes era R$ 41,25) e a meia sai por R$ 22. Em seguida, vem os dias 09, 12 ,13 e 14 de novembro, com preços entre R$ 32 (meia) e R$ 64 (inteira). Já os finais de semana e feriado são os dias mais caros: de R$ 40 (meia) a R$ 80 (inteira).

 

O Passaporte, que dá direito a visitar o Salão do Automóvel todos os dias, passou de R$ 300 para R$ 350. Os outros kits especiais seguem sendo vendidos com os mesmos preços do primeiro lote.

Além dos ingressos individuais, há opção de comprar alguns pacotes especiais. O mais barato, de R$ 130, dá direito a um acesso ao salão, independente do dia. Já o mais caro, de R$ 3.500, é um pacote com dois ingressos, uma diária em um hotel para duas pessoas, carona para o evento em um carro de luxo com motorista, além de um crachá colecionável, acesso a um lounge VIP e pulseira para acesso ao Espaço dos Sonhos, onde serão expostos carros de luxo.

salao-do-automovel-hyundai-creta-stc-concept-surpreende-e-sugere-uma-picape-anti-toro
Confira todos os preços de ingressos do Salão de São Paulo 2018

08/11

Ingresso diário meia: R$ 22,00
Ingresso diário inteira: R$ 44,00
Kit fã – Sport: R$ 180
Kit fã – Speed: R$ 180
Kit fã – Música: R$ 180
Kit fã – Classic: R$ 180
Kit fã – Love: R$ 180
Kit fã – 4×4: R$ 180

09, 12, 13 e 14/11

Ingresso diário meia: R$ 32,00
Ingresso diário inteira: R$ 64,00
Kit fã – Sport: R$ 180
Kit fã – Speed: R$ 180
Kit fã – Música: R$ 180
Kit fã – Classic: R$ 180
Kit fã – Love: R$ 180
Kit fã – 4×4: R$ 180

10, 11, 15, 16, 17 e 18/11

Ingresso diário meia: R$ 40,00
Ingresso diário inteira: R$ 80,00
Kit fã – Sport: R$ 180
Kit fã – Speed: R$ 180
Kit fã – Música: R$ 180
Kit fã – Classic: R$ 180
Kit fã – Energy: R$ 180
Kit fã – Love: R$ 180
Kit fã – 4×4: R$ 180

Pacotes especiais

Ingresso Nitro (direito a 1 acesso, visita única qualquer dia do evento): R$ 130

Ingresso Passaporte (ingresso para todos os dias): R$ 350

VIP (direito a 1 acesso qualquer dia do evento + vallet + espaço dos sonhos): R$ 370

Box Super fã (1 acesso, qualquer dia do evento): R$ 400

Premium (2 ingressos +1 noite de hospedagem para 2 pessoas em hotel + ida ao Salão em carro de luxo com motorista + crachá exclusivo colecionável + acesso ao lounge vip + pulseira espaço dos sonhos): R$ 3.500

Serviço

30º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo 2018
Quando: de 8 a 18 de novembro
Onde: Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5, Água Funda – São Paulo
Horário: 08 e 10 de novembro – 14h às 22h / 11 a 18 de novembro – 13h às 22h

 

fonte: Revista Autoesporte

 

311_77824CIVIC312_102400CRUZE

O que é Credit Score?

O Credit Score é uma espécie de pontuação de crédito, usada pelas financeiras para medir o risco que correm ao conceder crédito para uma determinada pessoa. Essa pontuação representa o histórico financeiro de quem solicita crédito no mercado.

A alternativa é amplamente usado nos EUA, para concessão de crédito na compra de uma casa, carro, bens duráveis e financiamento estudantil. Aqui no Brasil a pontuação também é utilizada, ainda que em menor escala, por bancos e instituições financeiras, principalmente por operadoras de cartões de crédito.

 

Como fazer a Consulta de Score para Financiamento

De forma simples e fácil, o Score é o resultado do sistema que calcula que uma pessoa pode ou não pagar sua divida faturada. Muitos países utilizam-se desse programa e o Brasil não é diferente.

0_MAIN_garagestock_shutterstock_360218441

A pontuação do Score para Consulta, que vai de 0 a 1.000 pontos, marca os consumidores com seus pontos levando em conta vários fatores, que são:

  • Pagamentos em dia;
  • Histórico de dividas negativas;
  • Dados atualizados;
  • E o relacionado financeiro entre a empresa e a consumidor.

Quanto mais alto o Score for, maiores são as chances do consumidor pagar a divida nos próximos doze meses. Mas não se engane, não é porque você tem uma boa pontuação que isso lhe dará uma aprovação imediata de crédito, as empresas tem sua própria forma de avaliar seus candidatos, esses pontos apenas auxiliam na hora dessa decisão.

Para manter uma boa pontuação do Score basta manter o nome limpo, não ter dividas antigas, sempre pagar suas contas em dia, manter seus dados atualizados, etc.

Os benefícios são muitos, tanto para a empresa quanto para o consumidor.

302_217088FIT

Na visão de empresa, ou empreendo levamos em conta:

  • Identificação rápida e segura se os usuários possuem ou não chances de risco ao seu capital;
  • Proporciona uma visão de conduta de pagamento correto a cobrança;
  • Pode ajudar a escolher os números da parcela e taxas de juros, assim também como prazos na hora de cobrar sem criar riscos ao negócio.

De forma simples a empresa tem uma visão geral sobre quem é seu consumidor e se ele é ou não confiável para receber seu financiamento.

Como Funciona o Score

Talvez essa seja a pergunta mais fácil que tenhamos, como já sabemos o SCORE vai de 0 a 1.000 e é classificada de tal forma:

  • 300 pontos – altos riscos de inadimplência;
  • De 300 a 700 pontos – o risco é mediano;
  • 700 pontos pra cima – o risco é bem pouco.

 

303_172032RENEGADE

O que é Cadastro Positivo?

Todos nós temos dúvidas em relação ao nosso score, porém podemos entender melhor como funciona e para que serve com algumas dicas, que inclusive vão ajudar a aumentar o seu score para se tornar um bom comprador e pagador.

Depois de uma boa olhada no site do Serasa e afim, pode ter uma ideia que o Cadastro Positivonada mais é do que um registro mais simples de colocar as suas informações reunidas para que as empresas possam avaliar na hora de decisão, lá fica coisas como: quantas contas você já pagou, qual é seu tipo de relacionamento com o banco e por ai se segue.

Você deve tomar cuidado, pois apenas alguns métodos ajudam você a aumentar o seu score de forma rápida e segura. Assim você poderá se qualificar para fazer financiamentos.

Portanto o Score é sua pontuação financeira que serve para apontar sua conduta de consumidor pagante ao banco ou empresa.

304_102400SPACE

Entenda por que o carro zero perde valor

As taxas de depreciação diminuem o preço de um veículo novo e fazem você perder dinheiro na venda. Descubra como isso acontece!

 

A partir do momento em que se compra um carro zero, não tem jeito: você perderá dinheiro quando for vendê-lo. O valor do veículo diminui bastante porque todo carro tem uma expectativa de vida útil, ou seja, o governo determina até quando eles funcionariam perfeitamente. Então, anualmente, são descontados os desgastes por conta do uso ou da perda de valor por causa dos concorrentes mais modernos, sendo assim, o carro passa a valer menos. E isso é chamado de depreciação.

Você sabia que essa desvalorização começa no primeiro dia de uso do veículo? “Um carro zero quilômetro sai da concessionária e já perde de 10 a 15% do valor pela depreciação”, explica Ilídio dos Santos, presidente da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (FENAUTO). Por isso, caso queira um carro novinho, não deixe de pesquisar na Tabela Fipe qual o preço dos modelos anteriores. Em seguida, compare esse valor com o custo de um novo para prever a qual será a desvalorização do seu veículo com o passar dos anos.

carros-que-mais-e-menos-desvalorizam-no-brasil

Como funciona a taxa de depreciação de carros

É ela que faz o seu carro valer menos a cada ano de vida. A taxa de depreciação varia, principalmente, de acordo com a procura do consumidor, mas costuma estar em torno de 10%. “Os modelos menos procurados desvalorizam mais porque não têm uma gama maior de compradores”, diz Ilídio. Não à toa, os carros populares são os que apresentam as menores taxas de depreciação, afinal, estão entre os mais procurados pelos consumidores. No ranking da agência de notícias automobilísticas AutoInforme, o Onix foi o modelo que sofreu a menor desvalorização entre dezembro de 2014 e dezembro de 2015, com uma taxa de 7,6%. Já o Palio Weekend perdeu 12,7% do valor em um ano. Clique aqui para ver a lista completa.

Banner-Simulador-Corolla

Os três primeiros anos de vida de um carro zero representam a maior desvalorização. “Acontece uma queda 20% no primeiro ano, 10% no segundo e, no terceiro, a taxa varia entre 3 a 10%”, afirma Ilídio. Mesmo assim, comprar um veículo novo não traz só prejuízos, afinal, é preciso levar em conta que os gastos com manutenção são menores nesse período. Ou seja: você gasta menos dinheiro nos três primeiros anos de uso de um carro novo em relação a um usado. “No primeiro ano, o gasto com manutenção é praticamente inexistente. Este custo aumenta com o tempo, mas a desvalorização diminui”, afirma Rogério Olegário, consultor financeiro da Libratta.


Banner-Simulador-V4

A boa conservação diminui a depreciação

Se você pretende comprar um veículo zero quilômetro e não pensa em vendê-lo tão cedo, invista na manutenção do carro. Quanto mais cuidados você tiver, menor será a desvalorização do veículo com o passar do tempo. Isso significa que você conseguirá um valor melhor na hora de vendê-lo. “Após quatro anos, a taxa de depreciação vai valer de acordo com a conservação do carro”, diz o presidente da FENAUTO. Por isso, não deixe de levá-lo para as revisões sugeridas pelo fabricante e procure anotar todos os serviços que fizer.

 

Fonte: konkero

Waze e Google Maps finalmente funcionarão no Apple CarPlay

A Apple, na keynote de abertura da WWDC18 que aconteceu nesta tarde, anunciou atualizações para seus sistemas com exatamente o que diziam os rumores recentes: uma avalanche de “melhorias”.

No que pareceu um monte de recursos que já deveriam ter sido lançados há algum tempo, está algo que há muito tempo é pedido por seus usuários: o suporte a apps de navegação de terceiros no Apple CarPlay.

WWDC 2018 - Apple CarPlay com app de terceiros

Atualmente, o CarPlay somente funciona com o aplicativo nativo da Apple, o Mapas — que sequer funciona aqui no Brasil, visto que até hoje não conta com o recurso de navegação curva a curva (não me perguntem por que).

Felizmente, a partir do iOS 12, que deverá chegar para todos até o fim de setembro, os carros equipados com o sistema também poderão ter apps de navegação/mapas de terceiros, como o Waze, o Google Maps, o HERE e outros. A Apple está abrindo isso agora; obviamente, tais aplicativos ainda precisarão ser atualizados pelos respectivos desenvolvedores.

Não existe divulgação dos números de usuários do CarPlay, ou mesmo dos carros que hoje o suportam, porém a Strategy Analytics publicou em abril que mais de 85% dos usuários estavam um pouco ou muito satisfeitos com o sistema e 90% disseram que possivelmente o recomendariam a outras pessoas.

Ainda não se sabe a razão para isso não ter acontecido antes, mas certamente a notícia de hoje poderá aumentar ainda mais o número de interessados no iOS 12 — principalmente para nós, brasileiros, já que estamos carentes de qualquer app de mapas no sistema veicular da Maçã.

E você aí, curtiu a notícia? Posso ouvir um “aleluia”? 😃

 

Fonte: Macmagazine

Mudar o tamanho das rodas altera o desempenho do veículo?

Uma coisa é certa, colocar uma roda maior no carro o deixa muito mais bonito! Porém, muitos dizem que tal mudança melhora a performance. Será que essa alteração pode trazer algum ganho de estabilidade para o carro?

Na prática e em dias secos, a direção do carro se torna mais esportiva (arisca), pois devido ao aumento da roda há mais borracha em contato com o asfalto gerando mais aderência. Mas nem tudo é uma maravilha, quando o veículo chega ao seu limite de aderência em uma curva ou manobra de emergência a perda de contato ocorre de forma mais rápida

Mas isso acontece não por que as rodas de aro maior geram menor estabilidade e sim por que quando você utiliza rodas de aro menor elas costumas “avisar” que o carro está saindo da trajetória ideal “gritando” para você. Já o aro maior permanece mais tempo grudado no chão, porém é muito menos previsível, desgarrando em curvas fechadas sem aviso, e ai que mora o perigo.

Uma roda maior realmente proporciona uma direção mais esportiva, mas para isso é necessário que o motorista também seja um condutor mais capacitado, pois em uma condição de risco o carro pode sair do seu controle mais facilmente.

Logicamente por gerar mais aderência, as rodas de aro maior conseguem proporcionar ao motorista que as curvas sejam feitas em velocidades mais elevadas do que com as rodas originais e isso é um dos melhores benefícios de se trocar uma roda aro 15″ por uma aro 17″ por exemplo.

Mas nem tudo são flores com rodas de aro maior! O bicho pega quando chove e ai que mora o perigo, pois a probabilidade de seu carro aquaplanar é muito maior do que carros com rodas de menor diâmetro. A banda de rodagem perde contato com o asfalto em velocidade mais baixas o que exige muito mais atenção e habilidade dos motoristas para não perder o controle do carro!

Você deve estar se perguntado por que isso acontece. E a resposta é relativamente simples, a maior área de contato do pneu faz com que a pressão de contato da borracha com o piso seja menor.

E aqui fica uma dica, não é por que seu carro está com rodas maiores que você vai poder andar mais forte na chuva, muito pelo contrário, em um teste realizado pela quatro rodas, um carro com rodas aro 17″ perde aderência em uma lâmina de água aos 78,6 km/h enquanto o mesmo carro com rodas aro 15″ perde aderência aos 87,5 km/h.

Também é importante lembrar que a banda de rodagem do pneu pode diminuir ou aumentar a velocidade da perda de aderência antes de aquaplanar. Mas sempre um carro com rodas de diâmetro menor vão poder passar por poças de água com velocidades mais elevadas do que carros com rodas maiores.

Agora se você desistiu de colocar rodas maiores no seu carro por que existe a lenda de que o carro com pneus de perfil menor são menos confortáveis, fique tranquilo, pois isso não passa de uma lenda. Em diversos testes realizados pelas maiores fabricantes de pneus no mundo mostram que a diferença de conforto entre uma roda aro 15″ para uma 17″ é mínima, quase imperceptível.

Resumindo, para quem procura uma condução mais agressiva e que gosta de ter mais controle do carro em pistas sinuosas as rodas maiores são uma boa pedida. Lógico que para andar mais forte com o seu carro é necessário ter um pouco de habilidade, pois as rodas não fazem milagres.

Fonte: GTZERO

Captura de Tela 2018-07-14 às 09.31.17.png

Os melhores canais no Youtube para apaixonados por carros

Às vezes, é difícil achar conteúdo na internet para nós, apaixonados por carros. Não importa se você gosta de carros modernos ou dos clássicos, muitas mídias não transmitem o que você está procurando.

Acelerados

Além de ser atual, esse canal tem muita coisa pra você aproveitar. As últimas notícias do mundo automotivo, test-drives, histórias dos clássicos, bons convidados e ótimas matérias.

High Torque

Mecânico profissional, que transmite o dia a dia da rede de franquias High Torque, mostrando desde manutenções simples a casos mais complexos dos mais diversos carros.

Top Speed

Canal de avaliação de veículos, com conteúdo bastante descontraído e com informações minuciosas, acabamento, tecnologia, motorização, conforme  sobre lançamentos no setor automotivo.

Garagem do Bellote

Nesse canal, Renato Bellote vai te levar para dar uma volta com vários carros diferentes. Ele fala sobre curiosidades, histórias das marcas, especificações dos veículos, e muitas outras coisas. Como muitos carros já passaram pela mão do Bellote (que até tem seus favoritos), ele tem uma vasta experiência com vários tipos de automóveis, o que torna esse canal muito atrativo.

Fullpower TV

Caso você não tenha tanto tempo assim pra assistir um vídeo de mais de 20 minutos, esse é o canal pra você. Eles são especializados em carros modificados de todos os tipos: antigos e modernos, populares e luxuosos. Nesse canal, os apresentadores dão dicas, testam novos carros, contam a histórias de alguns clássicos, entre tantas outras coisas.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑